Delegacia de João Câmara/RN inicia operação para recuperar celulares roubados e furtados na região; já são mais de 10 celulares recuperados

Foto: PC JC Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, por meio da 85ª Delegacia de Polícia de João Câmara/RN (85ª DP), iniciou na última segunda-feira (6) a Operação Rastreie-me, como parte do esforço da Polícia Civil no combate a grupos criminosos que atuam em roubos, furtos e receptação de celulares. O objetivo da ofensiva foi combater a atuação de receptadores e aparelhos celulares na região, oriundos de roubos e furtos.

De acordo com o delegado Luciano Augusto, serão necessários alguns dias para que os policiais consigam levantar as informações de todos os aparelhos eletrônicos encontrados, cruzar com os boletins de ocorrências registrados e contatar as vítimas para irem até a delegacia. “É um trabalho que acaba demandando algum tempo, porque é preciso fazer o levantamento de todos os IMEIs, no caso de celulares, e confrontar com os registros de boletins de ocorrências”, explicou.

Investigação da Polícia Civil
O delegado explicou que o registro do boletim de ocorrência é um dos parâmetros utilizados pelas equipes para investigar os crimes. Apesar de as vítimas informarem a localização do celular após o crime, mostrada por aplicativos de localização e rastreamento, não é possível para a polícia agir apenas com esta informação. Em muitos casos, os celulares vão parar em prédios e condomínios residenciais – locais usados pelos criminosos para dificultar a ação da polícia –, mas é preciso ter autorização judicial para que seja realizada uma busca.

Foi o que aconteceu ontem, durante a primeira fase da Operação Rastreie-me. Segundo Luciano, o serviço de inteligência da 85ª DP havia identificado alguns endereços na cidade de João Câmara como possíveis centrais de receptação de aparelhos roubados.

Ainda de acordo com o delegado, a Polícia Civil do RN se utiliza de metodologias avançadas de investigação tecnológica para combater esse tipo de crime. “A Polícia Civil hoje trabalha com o que há de mais avançado na investigação tecnológica, em especial a Delegacia de João Câmara, que conta com investigadores capacitados e técnicos no assunto”, afirmou.

Disque-Denúncia
O delegado destacou, ainda, a importância do Disque-Denúncia no combate ao crime de uma forma geral. “Temos um canal que é fundamental no trabalho da polícia investigativa, que é o Disque-Denúncia. Por lá, a população pode fazer denúncias de qualquer natureza criminal, como tráfico de drogas, crimes patrimoniais e até mesmo informações sobre pessoas foragidas da justiça. O sigilo é absoluto e a identidade do denunciante não é revelada”, concluiu.

Disque-Denúncia Delegacia de João Câmara/RN
(84) 99481-8532

Copy link