O RN aposentou as oligarquias e ainda d quebra mandou para casa o ‘verdugo’ da reforma trabalhista

O Rio Grande do Norte, que figurava entre o único estado do Nordeste que ainda não tinha aposentado as oligarquias, deu a resposta nestas eleições. Além de aposentar o senador Garibaldi Alves (MDB), que concorria a reeleição, e o senador José Agripino Maia (DEM), que concorria ao cargo de deputado federal, mandou o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), candidato a reeleição e “verdugo” da reforma trabalhista – Marinho foi relator da proposta – vestir o pijama. De quebra o povo potiguar ainda acabou com os sonhos do tucano Geraldo Melo de voltar ao Senado.

Bom que se diga que independente do resultado do segundo turno, em que a senadora Fátima Bezerra (PT) vai disputar com o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), quem será o próximo governador do Rio Grande do Norte, o PT, pode-se dizer já é vitorioso nestas eleições. Elegeu dois deputados estaduais – Isolda Dantas e Francisco do PT – e dois federais, Natália Bonavides e Fernando Mineiro.
Blog do Barbosa

Qual sua opinião?