Carlos Eduardo perdeu o foro privilegiado com renuncia e processo Cidade Luz segue sendo distribuído em segredo de justiça

Sem mandato o pré-candidato a governador, Carlos Eduardo Alves (PDT) acusado pelo Ministério Público (MP) com envolvimento na “Operação Cidade Luz” que também tem o presidente da Câmara Raniere Barbosa sob acusação de superfaturamento com ornamentação da cidade de Natal.

O processo que inclui os 2 políticos como principais acusados na operação, já foi enviando para ser redistribuído para um juiz de primeira instância.

O ex-prefeito com à renuncia perdeu o foro privilegiado.

O processo ainda continua sob sigilo de justiça e estava sob à presidência do desembargador Dilermando Mota. (Francisco Gomes)

Qual sua opinião?