Itep recolhe o que restou de uma ossada humana encontrada num lixão na Serra do Mel

As equipes da Policia Militar e Civil e do Instituto Tecnico-Cientitico de Pericia foram acionados no inicio da tarde de hoje, 14 de março, com a informação da presença de uma ossada humana, por trás da antiga cooperativa dos produtores de Mel, as margens da estrada carroçável, entre as vilas Rio Grande do Norte e Pernambuco, no município de Serra do Mel.

Segundo a equipe do Itep que realizou os procedimentos no local, o que restou do corpo completamente carbonizado, foi destruído pela ação de animais. A identificação só será possível por parte da arcada dentaria e partes dos ossos da coluna vertebral e do crânio, que ainda estavam parcialmente integrados.

Segundo a experiente necrotomista, Ilcivone Uchoa, pela presença de larvas vivas, “Tapurus” no local, é possível que a vitima tenha sido morta a poucos dias. O fogo e os animais foram os responsáveis pela desintegração do esqueleto humano.

Segundo informações, que a policia não confirmou para não atrapalhar as investigações, uma pessoa acusada na morte de uma jovem no inicio da semana, no município de Serra do Mel, desapareceu.

O Câmara

Qual sua opinião?