Servidores da Saúde de Natal iniciam greve por tempo indeterminado

Os servidores municipais da saúde de Natal iniciaram uma greve geral ontem (2). Aderiram ao movimento enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, dentistas e as demais especialidades que atendem na saúde do Município.

Com fechamento de serviços da atenção básica e o funcionamento apenas parcial dos serviços de unidades 24h, todas as unidades de saúde do município de Natal, (Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Hospitais e Maternidades) aderiram ao movimento grevista.

Motivo, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde), tem de sobra de sobra. De acordo com eles, a Prefeitura do Natal se nega a receber os representantes sindicais, a aplicar a Lei da Data-Base e até mesmo a implementar direitos como os quinqüênios, mudanças de nível, adicionais, gratificações e decisões judiciais que beneficiam os trabalhadores.

Além das perdas econômicas, os servidores são obrigados a trabalhar em condições precárias e até improvisadas, sem medicações básicas, sob assédio moral e ameaçados pela violência urbana que adentra as unidades cotidianamente.

Blog do BG

Qual sua opinião?