Rejeitado recurso de ex-prefeito de Macau (RN) contra decisão que manteve sua prisão preventiva

Ex-prefeito Kerginaldo Pinto

O ex-prefeito de Macau (RN) Kerginaldo Pinto do Nascimento perdeu mais uma. Dessa vez, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou concordou com a decisão de que o ex-prefeito continuar preso.

Para a ministra, os autos apresentam elementos suficientes para manutenção da prisão cautelar em razão da conveniência da instrução criminal, conforme artigo 312, do Código de Processo Penal (CPP).

O ex-prefeito é acusado pela suposta prática dos crimes de peculato, falsificação de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso, coação de testemunhas e falso testemunho. Conforme o processo, a investigação criminal teve origem no contrato de prestação de serviços para coleta de lixo naquele município, celebrado na gestão anterior.
Rosalie Arruda

Qual sua opinião?