Promotora revela que 200 pessoas já morreram sem conseguir vagas em UTI desde o início da pandemia

Ao defender que não há condições para ampliar a circulação de pessoas nas ruas do Rio Grande do Norte, a promotora da saúde Iara Maria Pinheiro de Albuquerque revelou que cerca de 200 pessoas já morreram na fila de espera por Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Estado desde que se iniciou a pandemia do novo coronavírus.

Ela fez um relato emocionado sobre o assunto ao contar que está fazendo um trabalho de monitoramento dos leitos da rede privada e pública.

O Governo do Estado manteve a posição de só flexibilizar a abertura do comércio não essencial quando 70% dos leitos estiverem ocupados. Hoje a variação nos boletins da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) é de 90 a 95% com 85 pessoas na fila por uma vaga na UTI. Veja vídeo:

Fonte: Blog do Barreto

Qual sua opinião?