Assembleia discute necessidades do setor ceramista do Rio Grande do Norte

A Assembleia Legislativa discute, nesta quinta-feira (6), as prioridades e necessidades do setor ceramista do Rio Grande do Norte. A audiência pública foi proposta pelo deputado Hermano Morais (PMDB) e ocorre a partir das 14h, no auditório da Casa, reunindo autoridades e representantes do setor produtivo.

Um dos objetivos da audiência é contribuir com ações voltadas à área, que gera no Estado aproximadamente seis mil empregos diretos. O foco de Hermano Morais é contribuir para a formalização de parcerias e novas formas de aperfeiçoamento visando o avanço na produtividade;. Implantação do Sistema de Gestão, valor da pauta da argila junto à SET/RN, atualização a respeito da fiscalização do MPF do Trabalho na região do Vale do Açu e discussão do Programa Setorial da Qualidade (PSQ) são alguns dos pontos que serão debatidos.

O setor ceramista do Rio Grande do Norte tem discutido as ações que terão prioridade até o fim do ano e a continuidade de programas que estão em andamento para o aperfeiçoamento da produção e dos processos que resultam na segurança dos seus colaboradores.

Foram convidados os representantes das empresas e dos órgãos que atuam na fiscalização ambiental e das normas trabalhistas, como Ministério do Trabalho, Ministério Público do Trabalho e Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Qual sua opinião?