Pesquisa do PROCON Natal registra aumento nos preços dos combustíveis

Os postos de combustíveis de Natal alteraram para cima os preços praticados na capital potiguar. A exceção foi o Etanol, que teve uma redução média de 1,26% nas bombas, em junho e, em julho, de 0,23%. Dentre os demais combustíveis, o diesel comum teve a maior variação positiva, com 1%. A gasolina comum e a aditivada subiram 0,84% e 0,53% respectivamente.O diesel S-10 teve variação de 0,37%. E o gás veicular ficou mais caro 0,13%.  Os números são do Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Natal – PROCON NATAL, tabulados no dia 08 de julho de 2019, com dados obtidos após pesquisas em (70) setenta pontos de venda.


Segundo o Procon Natal, ao fim do primeiro semestre, os combustíveis tiveram variações positivas na cidade. O etanol com o acumulado de 21,26%, seguido pelo diesel comum e o S-10 com 13,06% e 12,13% respectivamente. Para a gasolina comum e a aditivada as pesquisas encontrou um acumulado de 6,41% e 10,84% respectivamente. O gás veicular teve seu acumulado encontrado pela pesquisa de 6,89%.


Em relação às regiões da capital, a zona Oeste é a que apresenta a menor média de preços para o etanol, diesel comum, diesel S-10 e o gás veicular com R$ 3,681; R$ 3,675; R$ 3,810 e 3,513 respectivamente. A gasolina comum apresenta números melhores para o consumidor na região sul com R$ 4,535. A região norte e a que tem a melhor média de gasolina aditivada com R$ 4,627. A região mais cara é a leste onde foram encontrados os maiores preços médios de gasolina aditivada, diesel comum e o S-10 e o gás veicular, sendo respectivamente R$ 4,627; R$ 3,675; R$ 3,810 e R$ 3,513. A gasolina comum a maior média encontrada pela pesquisa foi a norte com R$ 4,589. Já a região com o maior preço médio do etanol foi a Sul com R$ 3,734.

Qual sua opinião?