Ministério da Saúde vai socorrer municípios que têm desabastecimento de anestésicos e relaxantes nos hospitais

Diante do baixo estoque de anestésicos e relaxantes musculares nos municípios, o Ministério da Saúde vai ajudar os prefeitos com a aquisição dos insumos, usados para intubação de pacientes graves com complicações da Covid-19.

Os medicamentos são de responsabilidade dos municípios, mas o órgão interveio e vai comprá-los em três modalidades, pensando a curto, médio e longo prazo. Para preencher a demanda urgente, o Ministério da Saúde comprou os itens diretamente na indústria. A pasta distribuiu na última segunda-feira (29) 185 mil unidades de anestésicos e relaxantes musculares para dez estados.

A médio prazo, estados e municípios vão poder participar junto ao Ministério da Saúde de uma licitação para compra dos medicamentos a um preço reduzido, de aquisição em grande escala. Por fim, o órgão articula com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) a importação dos medicamentos que a indústria brasileira não conseguir recolocar. 

Brasil 61

Qual sua opinião?