Jovens sem trabalho e sem estudo: uma realidade que só cresce no RN

Sem emprego e nem estudo: essa é a realidade de 29,7% dos jovens potiguares entre 16 e 29 anos de idade, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados, referentes ao ano de 2017, vem mostrando uma progressão desde o ano de 2012, de acordo com o Instituto. Em 2016, o percentual era de 25,9%.

Mais do que o resultado da recessão econômica que deixou mais de 13 milhões de brasileiros desempregados, os números, para os especialistas, revelam falhas nas políticas voltadas para a qualificação e inserção da juventude no mercado de trabalho.

“O que acontece no Rio Grande do Norte é que a população de jovens ‘nem-nem’ vem crescendo paulatinamente ano a ano, e atualmente se encontra em quase 30% da população total de jovens. Isso é um dado muito preocupante, porque quase um terço da nossa juventude não está nem estudando e nem trabalhando”, afirma Flávio Queiroz, analista do IBGE.

Tribuna do Norte

Qual sua opinião?