Vereadora é afastada do cargo acusada de desvio de mais de R$ 300 mil

Presa desde a segunda-feira passada (7) sob a acusação de desvio de recursos públicos em Santa Luzia, interior d eMinas, a vereadora Emília Alves da Cruz (PSB) foi afastada do mandato por 180, dias por decisão da Justiça mineira.

Segundo divulgação feita pelo G1, a juíza Maria Beatriz Fonseca da Costa Biasutti, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Santa Luzia, determinou ainda o sequestro de bens equivalentes a R$ 376.198,60.

O marido da vereadora, Wanderson Alves da Cruz, também foi preso no dia 7, no âmbito da Operação Batismo de Fogo, realizada pelo Ministério Público e Polícia Militar.

Durante a operação que teve objetivo de combater um esquema de desvio de recursos públicos, computadores, celulares e tablets foram apreendidos na casa dos suspeitos. Segundo o MP, o esquema incluiu a compra de votos nas eleições e uso de servidores e dinheiro público com interesses privados.
Estado de Minas

Qual sua opinião?