Prefeito de Pedra Preta fala em suas redes sociais sobre processo de cassação contra seu mandato

O prefeito de Pedra Preta, Paulo Henrique (PP), está sendo acusado de compra de votos na eleição em que saiu vitorioso em novembro de 2020. Nesta sexta-feira, 23 de abril, houve a primeira audiência e após o término, o prefeito usou suas redes sociais para falar sobre o momento. Veja:

“Meus amigos, acabamos agora pouco a audiência que discute uma suposta compra de votos e que poderá levar a cassação do nosso mandato. O cenário, nesse momento, é de muita tranquilidade”, disse.

‘Na audiência, ficou claro que a testemunha e eleitor declarado do candidato derrotado, o Sr. Romário, mentiu várias vezes e ainda foi desclassificado para ser apenas DECLARANTE. Ou seja, o depoimento dele não foi prestado sob o compromisso de dizer a verdade. Ficou claro o interesse de Romário em ajudar Jadson e mais ainda, ficou claro que tudo foi preparado para nos prejudicar”.

Enfim, a “partida” de hoje terminou, mas o jogo segue. Agora vamos aguardar uma nova testemunha do processo, o Sr. Tenório, também eleitor e amigo pessoal do derrotado. Seguimos a jornada acreditando em Deus e na isenção do Ministério Público e da Justiça Eleitoral. Obrigado pelas centenas de mensagens, ligações e gestos de apoio!, finalizou.