Zenaide aponta série de erros do governo federal no enfrentamento à covid-19: “Temos a pior gestão da pandemia”

Senadora Zenaide Maia

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) fez duras críticas ao governo federal e apontou uma série de erros do Executivo no enfrentamento à covid-19, após o Brasil ter ficado em último lugar no ranking de enfrentamento à pandemia, em pesquisa que comparou o desempenho de 98 países no combate ao coronavírus.

Para Zenaide, o resultado mostra que “temos a pior gestão da pandemia” e isso se deve a um conjunto de elementos e episódios “lamentáveis”, entre eles, o comportamento do presidente da República: “Um presidente negacionista da ciência que minimiza a gravidade da covid, provoca aglomerações e faz declarações do tipo ‘e daí?’ e ‘não sou coveiro’, quando questionado pela imprensa sobre as mortes pela doença; que troca ministros da saúde quando estes discordam de suas ideias; que faz propaganda de medicamentos sem eficácia comprovada e que desestimula medidas preventivas quando critica o isolamento social, debocha do uso de máscaras e faz piada com vacinas”, disparou a senadora, em suas redes sociais.

Zenaide lembrou que o Ministério da Saúde não agiu a tempo de evitar o desabastecimento de oxigênio em Manaus; não se preparou para comprar, antecipadamente, seringas e outros insumos necessários para a vacinação; e não garantiu doses de vacinas para todos, tendo que correr, agora, atrás do prejuízo. “Um governo que, podendo ter encomendado, desde agosto de 2020, doses da vacina desenvolvida pela Pfizer, não o fez. Que demora a encomendar 54 milhões de doses por causa de disputa política”, argumentou a senadora, fazendo menção à disputa por protagonismo entre os governos federal e de São Paulo.

          A falta de testagem da população também foi incluída na lista de erros do governo: “Compra milhões de testes, mas demora a distribuí-los para a rede pública de saúde, assumindo o risco de perda de validade dos lotes. Com tudo isso e muito mais, como não estar em último no ranking mundial do enfrentamento à pandemia?”, questiona a senadora, que estará em Brasília para a eleição da nova mesa diretora do Senado, na segunda (1º), e retomada dos trabalhos do Congresso Nacional.

          O ranking do enfrentamento à covid-19 foi elaborado por pesquisadores do Lowy Institute, da Austrália, em estudo intitulado “Covid Performance Index”.