Partidos, movimentos sociais, políticos e amigos se despedem de Olavo Ataíde, ex-presidente do PT no RN

Se você colocasse Olavo numa sala de 4 por 4 metros junto com a bateria da Mangueira e pedisse para ele escrever um texto para ser lido em plenário dali a 20 minutos ele escrevia e entregava o melhor texto possível”. As palavras são presidente estadual do PT no Rio Grande do Norte Júnior Souto sobre as habilidades e o poder de concentração do amigo que acabara de perder.

Pensador, analista político, estudioso, fundador e ex-presidente do PT no Estado, Olavo Ataíde morreu nesta segunda-feira (18) após uma parada cardíaca. Ele vinha lutando há alguns meses contra um câncer no estômago, chegou a receber alta, mas voltou a ser internado semana passada. Na sexta-feira (15), fez nova cirurgia para desobstrução do intestino. Nas últimas 48 horas, Olavo sofreu um infarto, enfrentou quatro paradas cardíacas e não resistiu.

Tão logo a notícia da morte de Olavo Ataíde foi divulgada, vários amigos, colegas e pessoas próximas se manifestaram nas redes sociais. Sindicatos, associações, movimentos sociais, políticos e partidos, como o PCdoB e a Consulta Popular, também se solidarizaram.

Ataíde era ligado ao grupo político da atual governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT), de quem foi assessor durante toda a trajetória parlamentar da petista, incluindo os mandatos de deputada estadual, federal e senadora. Entre 2013 e 2016 assumiu a presidência estadual do PT, cargo ocupado hoje por Júnior Souto.

Agência Saiba Mais