Marido de Fátima Bernardes desiste de concorrer à Prefeitura do Recife

Depois de muitas horas de conversas e divergêncais com demais integrantes do partido no âmbito estadual, o deputado federal Túlio Gadelha (PDT) retirou sua pré-candidatura a prefeito do Recife. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11) durante entrevista coletiva. Túlio também aproveitou o momento para  indicar o nome de Rodrigo Patriota (PDT) para compor a vice na chapa liderada pelo pré-candidato do PSB, deputado federal João Campos. 

Ao fazer o anúncio, Túlio justificou a parceria com o PSB em nome da aliança nacional que existe entre as duas legendas no bloco de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Houve um pedido da direção nacional no sentido de construirmos juntos uma alternativa e não dificultar a construção dessa aliança entre esses dois grandes partidos do Brasil”, disse o parlamentar. 

Ele acrescentou, ainda, que a decisão foi democrática e ocorreu depois de nove de reuniões com os aliados que apoiavam sua pré-candidatura para discutir a questão eleitoral no Recife. O debate incluiu a escolha do nome de Rodrigo Patriota para vice e que, conforme declarou, não existe a possibilidade da indicação de outro quadro.

Nos bastidores, no entanto, comenta-se que escolha não teria agradado a cúpula socialista. O nome cotado era da professora Adriana Rocha (PDT) e que o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, já teria entrado no circuito para tentar contornar a situação.

Com informações do Diário de Pernambuco