Jean rebate Fábio e diz que Fátima não usou verba da Covid para salários

Senador Jean Paul Prates(PT)

O senador Jean Paul Prates (PT- -RN) usou as redes sociais neste ­ m de semana para rebater o ministro das Comunicações, Fábio Faria, que na semana passada acusou o Governo do Rio Grande do Norte de desviar recursos enviados pelo Governo Federal para o combate à pandemia da Covid-19 para pagar salários de servidores públicos. Em uma sequência de publicações no Twitter, Jean elencou uma série de ações empregadas pela gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) que geraram os recursos usados no pagamento de salários do funcionalismo.

O senador enfatizou, aliás, que, desde que assumiu, o governo Fátima Bezerra quitou duas folhas deixadas pela gestão anterior, do governador Robinson Faria, pai do ministro Fábio. “O atual ministro Fabio Faria sempre teve meu respeito por ser bem educado e sereno na interlocução.

Ultimamente, entretanto, talvez por ter que demonstrar per­ l combativo em favor do governo a que serve, tem incorrido em despautérios desnecessários e, forçoso dizer, ignóbeis. Guindado a um pequeno ministério, recriado exclusivamente para mediar a regulação da tecnologia e redes 5G no Brasil, o membro da família Abravanel/SBT tem muitos interesses, trabalho e estudos diante de si, que requererão as suas características de serenidade e concentração”, a­ rmou Jean Paul.

 Jean ressalta que a dívida deixada pelo governo do pai de Fábio Faria totalizava R$ 800 milhões, apenas com salários de servidores. Parte já foi pago. Isso sem contar com débitos junto ao Banco do Brasil (R$ 102 milhões) e outras despesas. Entre as ações que geraram caixa para o governo conseguir quitar a dívida com servidores, o senador lista a negociação da folha de pagamentos, a utilização de recursos próprios e o Super Re­ s no ­ m do ano passado. “Até o momento, a governadora Fátima Bezerra utilizou R$ 317 milhões da sua gestão para pagar compromissos com folhas salariais herdadas do Governo Robinson Faria. Nenhum centavo de ‘dinheiro do COVID’ foi utilizado para isso”, enalteceu Jean.

Fonte: Agora RN