Geraldo Melo não deverá ter apoio do PMDB para disputa vaga no Senado

O ex-governador Geraldo Melo (PMDB) já declarou que pretende se candidatar ao Senado nas eleições do próximo ano.
Geraldo, que foi deixado de lado na última vez que esperou contar com o PMDB para voltar ao Senado, corre o risco de ser escanteado mais uma vez.Na chapa do senado, desenhada pelo PMDB, não cabe Geraldo.

São dois os cenários traçados e discutidos como prováveis: a dobradinha do senador Garibaldi Filho com o senador José Agripino, na tentativa de reeleger as cadeiras postas hoje na bancada federal; e Garibaldi e o prefeito Carlos Eduardo, numa provável chapa puxada pela senadora Fátima Bezerra (PT).

Geraldo não deverá contar com o apoio de seu partido para disputar o Senado.
E não consta nos planos do ex-governador, disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.
Thaisa Galvão

Qual sua opinião?