Ampla base de vereadores do oeste puxa Lawrence amorim novamente ao páreo na sucessão da Fecam

A interiorização da Federação das Câmaras Municipais do RN(FECAM-RN) se constitui no principal ponto que tem alavancado a possibilidade de retorno do presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Lawrence Amorim(SD) ao páreo para presidência da entidade.

Articulação anterior do presidente do legislativo natalense, Paulinho Freire(PSDB) sugeria uma chapa de consenso, mesmo com divergências entre os edis que enxergam na entidade representativa um instrumento de apoio para tantas demandas da população de municípios do interior. No entanto, nos últimos tempos a Fecam não tem cumprido esse papel como deveria, conforme a ótica de muitos vereadores reeleitos, principalmente.

O presidente da Câmara Municipal de Martins pela sexta vez, Fulgêncio Teixeira(DEM), um dos articuladores do movimento pró-Lawrence, ressalta a importância da Fecam como força de apoio aos vereadores do Rio Grande do Norte, mas que não tenha sua visão voltada apenas para capital e para alguns municípios da região metropolitana, enquanto a grande maioria dos vereadores do estado passa despercebida e sem acesso.

Ele lembra que Lawrence Amorim, além de ter experiência como prefeito por duas vezes de Almino Afonso, chegou bem ao legislativo mossoroense onde se tornou presidente em chapa de consenso, é conhecedor dos problemas que afligem a edilidade no trato de resolução de questões voltadas a melhoria da qualidade de vida do povo. “Queremos esse acesso e união para que possamos fortalecer cada vez mais nossas ações e assim cumprir nossos compromissos com aqueles que nos elegeram”, destacou Fulgêncio.

As eleições na FECAM estavam previstas para o dia 5 de fevereiro, mas devido a atraso no calendário do inicio dos trabalhos em vários municípios, o pleito foi adiado para o dia 26. Para os vereadores que estão defendendo o nome de Lawrence Amorim, a tempo suficiente para mobilizar vereadores que têm o mesmo pensamento.

O nome de Lawrence Amorim vem sendo ventilado desde o início do processo eleitoral da FECAM. Em determinadas ocasiões ele chegou a admitir entrar na disputa, opção que pode ser reforçada agora diante do chamamento de vereadores do Oeste, Médio e Alto Oeste.

“Nossa intenção não é apenas isolar a nossa região na FECAM, mas permitir que a entidade seja a casa de todos os vereadores do Rio Grande do Norte, inclusive de Natal e da região metropolitana”, frisou Fulgêncio Teixeira.

Gazeta do Oeste