Polícia prende cinco pessoas suspeitas de integrar facção criminosa no RN

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, nesta quarta-feira (9), a Operação “Santo Antônio”, que resultou nas prisões de cinco pessoas. As diligências foram cumpridas nas cidades de: Extremoz, Natal e São Gonçalo do Amarante.

Durante a Operacão, foram apreendidos, aproximadamente, R$ 100.000,00 (cem mil reais) em espécie, quase meio quilo de ouro em joias, oito veículos, além de quatro armas de fogo, sendo uma pistola calibre .380, outra calibre .40, uma 9mm e uma espingarda calibre 12. Também foram encontrados maconha, “crack”, cocaína e balanças de precisão.

A ação resultou nas prisões de Pablo Diego Marcolino da Costa, conhecido como “Pablo Xupeta”, apontado como líder da organização criminosa; Francisca Tabita Apolinário de Lima, companheira de “Pablo Xupeta”; Francisco Jeanderson Freire, conhecido como “Jean Simeão”; Lucas Matheus Costa Lima, conhecido como “Matheus”, que é filho de “Jean Simeão”; e Rosália Patrícia Costa, companheira de “Jean Simeão” e mãe de “Matheus”.

De acordo com as investigações, que foram iniciadas há cerca de cinco meses, eles são suspeitos de integrarem uma facção criminosa que comanda o tráfico de drogas em Mossoró e na Grande Natal. Durante as diligências, foram apreendidas anotações datadas dos últimos cinco meses, cujos valores são superiores a 10 milhões de reais. Os documentos foram encontrados na casa do casal Francisco Jeanderson e Rosália Patrícia.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, organização criminosa, posse ilegal de armas de fogo e munições de uso permitido, receptação, lavagem de dinheiro e uso de documento falso. Eles foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou Disque DEICOR, no número: (84) 3232-2862 ou, por meio do aplicativo WhatsApp, no número: (84) 98135-6796.

Portal da Tropical