Capitão da PM promove palestra sobre a Lei Seca e apresenta números

pmO Capitão da Polícia Militar, Styvenson Valentim, e coordenador da Operação Lei Seca no Rio Grande do Norte, promoveu uma palestra sobre a “Lei Seca e suas consequências” durante o Programa Qualidade de Vida e Saúde no Trabalho desenvolvido pela Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales.

Durante a apresentação do oficial, o mesmo expôs os números relativos à Operação Lei Seca no Estado entre os meses de janeiro a junho de 2015. De acordo com os dados, nesse período foram abordados 43.924 motoristas durante as blitzen realizada pela Lei Seca, dos quais 4.951 motoristas foram autuados. “Atualmente, existem muitas abordagens, muitos motoristas e veículos são inspecionados, mas as apreensões estão diminuindo”, informou o oficial.

“Estamos percebendo uma mudança de comportamento por parte dos motoristas”, explicou. Durante a apresentação, o oficial da Polícia Militar convocou um dos presentes na palestra a subir ao palco e relatar sobre o fato que o deixou paraplégico. O senhor Alcides Tinoco, 34 anos, relatou que há dezesseis anos teria passado o dia ingerindo bebida alcoólica e a noite teria ido a uma festa com os amigos e familiares.

“Na primeira curva na saída da cidade o carro capotou cinco vezes. Todos, menos o meu primo, estavam sem cinto, e no momento em que houve o capotamento fraturei três vértebras cervicais, o que me deixou paraplégico”, relatou Alcides.