Papa Francisco pede compartilhamento de vacinas contra a Covid-19 com países pobres

Papa Francisco celebrou a Páscoa neste domingo (4), no Vaticano
Foto: Filippo Monteforte/AFP

O papa Francisco pediu neste domingo pascal (4) que se ponha fim ao “clamor das armas” e aos conflitos, e pediu à comunidade internacional o compartilhamento de vacinas contra a Covid-19 com os países mais desfavorecidos. 

“A pandemia ainda está em pleno curso, a crise social e econômica é muito grave, especialmente para os mais pobres; e apesar de tudo – e isso é escandaloso -, os conflitos armados não cessam e os arsenais militares são reforçados”, criticou o papa, durante sua homilia na basílica de São Pedro, antes da bênção Urbi et Orbi (à cidade e ao mundo). 

O sumo pontífice pediu o fim do “clamor das armas na querida e atormentada Síria, onde milhões de pessoas vivem atualmente em condições desumanas, assim como no Iêmen, cujas vicissitudes estão cercadas de um silêncio ensurdecedor e escandaloso, e na Líbia, onde finalmente se vislumbra a saída de uma década de contendas e enfrentamentos sangrentos”. 

Francisco dedicou sua homilia pascal aos mais vulneráveis, aos doentes de Covid-19, aos migrantes, às pessoas que devido à pandemia vivem na precariedade e às populações que sofrem com as guerras. 

A respeito da crise sanitária, Jorge Bergoglio, após homenagear médicos e enfermeiras na linha de frente da pandemia, lembrou que “as vacinas são uma ferramenta essencial nesta luta”. 

Diário do Nordeste

Qual sua opinião?