TRE-RN absolve ministro Fábio Faria de acusação de captação ilícita de recursos

Adriano Machado/Reuters

Na tarde desta quinta-feira, 11, os juízes e desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral – TRE/RN, por unanimidade, absolveram Fábio Faria, atual ministro das Comunicações, da acusação de captação ilegal de recursos durante a campanha de 2018 para o cargo de deputado federal.

A ação havia sido proposta pelo Ministério Público Eleitoral e acusava o ministro de ter captado recursos de forma ilegal, através de um café da manhã em que simpatizantes da campanha aderiam ao pagamento de uma senha, no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais).

Inicialmente o Ministério Público entendeu que algumas pessoas que adquiriram a senha não teriam renda suficiente para a adesão. Todavia, após longa instrução processual restou provado que todas as pessoas que adquiriram as senhas para o café da manhã tinham renda suficiente para participar do evento que visava arrecadar fundos para a campanha. O próprio Ministério Público, autor da ação, pediu a absolvição de Fábio Faria. A defesa do ministro coube ao advogado Felipe Cortez.

Justiça Potiguar