Suspeito de integrar facção criminosa no RN é preso no aeroporto de São Gonçalo em ação conjunta da Polícia Federal

A Força-Tarefa SUSP (FT-SUSP) de combate ao crime organizado integrada pela Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), Polícia Civil, Polícia Militar e Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SEAP), em ação conjunta com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRN), sob a chancela da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), prendeu na manhã do último domingo, 21/3, no aeroporto internacional Governador Aluízio Alves em São Gonçalo do Amarante/RN, Região Metropolitana de Natal, momentos antes de embarcar em voo com destino à Florianópolis/SC, um homem de 27 anos, suspeito da prática de homicídios e de pertencer à organização criminosa com atuação no interior do Rio Grande do Norte. Contra o acusado havia um mandado de prisão em aberto expedido pela Juíza de Direito da comarca de Canguaretama/RN.

O preso encontra-se custodiado na Superintendência da PF em Natal, à disposição da Justiça.

O Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado foi lançado em janeiro deste ano pelo MJSP e conta com a atuação conjunta, integrada e coordenada entre as polícias da União e dos estados. As ações terão como foco prevenção, repressão, monitoramento e investigação de grandes organizações criminosas a partir da atuação conjunta. Além disso, as forças-tarefas pretendem isolar lideranças do crime organizado no sistema prisional, bem como descapitalizar facções por meio de bloqueio e venda antecipada de bens.

Os quatro eixos de atuação do Plano são: Inteligência de todos os órgãos de segurança pública envolvidos, análise criminal estratégica, policiamento ostensivo de forma especializada e adoção de procedimentos investigativos capazes de dar respostas efetivas e oportunas para a redução e repressão à criminalidade.

Blog do BG