RN tem 22 hospitais com 100% dos leitos críticos de covid-19 ocupados

Vinte e dois hospitais cadastrados na plataforma Regula RN estão operando com 100% da ocupação de leitos críticos para tratamento da covid-19. A consulta foi feita pelo Portal da Tropical às 16h25 desta quarta-feira (24). Apenas quatro unidades hospitalares não estão com ocupação total no momento da checagem.

Com exceção dos Hospital de Campanha de Natal, do Hospital Municipal Belarmina Monte, do Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante e do Hospita Maria Alice Fernandes – que recebe apenas crianças -, todos estão lotados, de acordo com os dados da plataforma.

Mais cedo, o Hospital de Campanha da capital potiguar, localizado na Via Costeira, estava com todos os leitos ocupados, sendo o 23º na lista. No entanto, um leito acabou liberado – por morte ou por alta – e passou a contar com 97,3%. Os outros três estão com 80%, 60% e 30%, respectivamente.

Em relação à ocupação geral de leitos, o Rio Grande do Norte registra ocupação de 96,1%. As regiões Oeste e Seridó seguem com 100% da ocupação. Já a Região Metropolitana, puxada para baixo devido à exclusividade de atendimento infantil no Hospital Maria Alice Fernandes, está com 93,7% de ocupação.

Dos 372 leitos críticos para tratamento da covid-19, 349 estão ocupados e nove estão bloqueados. Dos 14 leitos restantes, sete são destinados para crianças. Sendo assim, apenas sete servem para a internação de adultos. Para os leitos clínicos, são 69 disponíveis e outros 322 ocupados, além de 15 bloqueados.

A lista de espera segue alta, com 131 pessoas aguardando por uma vaga em leito crítico. Desse total, 103 estão na Região Metropolitana de Natal e 28 na Região Oeste do RN. Além disso, são 61 pacientes em espera por leitos clínicos. O estado ainda tem duas pessoas com perfil de leito crítico aguardando avaliação e 15 por transporte.

Nesta quarta-feira (24), o Rio Grande do Norte chegou aos 188.428 casos confirmados da covid-19 e ainda tem 67.408 suspeitos. O número de vidas perdidas atingiu 4.249 desde o início da pandemia, com 11 dessas mortes acontecendo nas últimas 24 horas em sete municípios do estado.