RN e Fida firmam convênio em prol da agricultura familiar do Nordeste

O Rio Grande do Norte estabeleceu mais uma ação importante para o fortalecimento e a expansão da agricultura familiar. Na tarde desta quarta-feira (19), a governadora Fátima Bezerra participou do lançamento Programa Alimentos Saudáveis do Nordeste (PAS-NE) e firmou convênio viabilizando o Sistema de Informações Regionais da Agricultura Familiar (SIRAF-NE).

O evento se deu por videoconferência com a participação dos governadores Paulo Câmara (Pernambuco), Wellington Dias (Piauí) e Camilo Santana (Ceará) e moderação de Eugênio Peixoto (secretário Executivo do Fórum dos Gestores e Gestoras da Agricultura Familiar do Nordeste) e Fernanda Coelho (subsecretária do Consórcio Nordeste).

O Sistema de Informações será um portal regional que sistematizará a oferta dos produtos da agricultura familiar na Região Nordeste. O convênio foi formalizado por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e a da Agricultura Familiar (Sedraf) e pela Universidade do Estado do RN (UERN) com o Fundo Nacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), via Universidade Federal de Viçosa.

A experiência do Governo do RN com o Portal Pecafes (Programa Estadual de Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Economia Solidária) deu base para propor ao Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste o desenvolvimento de um sistema que organiza a oferta de produtos da agricultura familiar de toda a região Nordeste. Na prática, este sistema facilitará o acesso e qualificará as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais, abrindo novos canais de comercialização do setor privado.

Com investimento de R$ 609 mil, o sistema prevê o desenvolvimento do sistema pela UERN. O valor será investido em equipamentos de informática e bolsas para os alunos, professores e profissionais do setor de Tecnologia da Informação (TI) da UERN. O Siraf vai facilitar o acesso e qualificar as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais e abrindo novos canais de comercialização com o setor privado.

A governadora destacou a importância da ação, que “contribuirá com o fortalecimento das cooperativas e associações da agricultura familiar, que terão a importante função de alimentarem uma base de dados para dar visibilidade e diversidades dos seus produtos”, afirmou a chefe do Executivo estadual. A agricultura familiar é responsável pela produção de 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros.