Natal é o destino mais procurado para o verão, segundo pesquisa do Ministério do Turismo

A capital Natal é o destino mais procurado por quem deseja viajar no verão. Crédito: Vlademir Alexandre/MTur

Iniciada no último dia 21 de dezembro, a temporada de verão 2020/2021 tem no Nordeste seis dos 10 destinos mais procurados. A informação é da Pesquisa de Sondagem Empresarial, do Ministério do Turismo, feita com agências e organizações de viagens com base em clientes que procuraram por pacotes. 

A Pasta realiza também sondagens junto a meios de hospedagem. A capital do Rio Grande do Norte, Natal, desponta como destino mais procurado por pessoas que desejam viajar. É seguida por Foz do Iguaçu, no Paraná, e Fortaleza, no Ceará.

Completam a lista, ainda, as cidades do Rio de Janeiro (RJ), Maceió (AL), Gramado (RS), Ipojuca (PE), São Paulo (SP), Porto Seguro (BA) e Salvador (BA). O resultado confirma outro achado do estudo, de que 46,4% dos viajantes em potencial procuraram informações sobre destinos de Sol e Praia. O número é bem superior ao segundo lugar das buscas, que são destinos culturais e de patrimônio histórico (13,8%). A procura por opções de turismo de natureza e ecoturismo foi registrada por 9,9% dos clientes.

“Estamos vivendo o momento de retomada do turismo e seguindo as tendências mundiais, ele se dará principalmente por meio dos destinos de natureza. No Ministério do Turismo temos trabalhado incansavelmente para garantir que o retorno aconteça de maneira segura para turistas e trabalhadores por meio do Selo Turismo Responsável”, comentou o ministro do Turismo, Gilson Machado.

RETOMADA – Em novembro, um evento no Palácio do Planalto marcou a Retomada do Turismo, uma iniciativa com projetos e ações que buscam resultados efetivos e concretos para a área até 31 de julho de 2021. As medidas reúnem esforços da iniciativa pública e privada, do terceiro setor e também do Sistema S, que inclui Sesc, Senai, Sesi e Sebrae.

O programa para a Retomada do Turismo está organizado em quatro eixos: preservação de empresas e empregos no setor de turismo; melhoria da estrutura e da qualificação de destinos; implantação de protocolos de biossegurança; e promoção e incentivo às viagens. Para mais informações acesse o SITE.