MP apura suposta perseguição política no município de Sítio Novo

O Ministério Público do RN instaurou inquérito civil para apurar suposta perseguição política contra servidora pública no município de Sítio Novo.

O prefeito Francisco Edilson Fernandes Júnior foi ntificado para se manifestar sobre os fatos em 20 dias, relatando os motivos que levaram às transferências da referida servidora, informando ainda o nome completo dos servidores que trabalham nos locais em questão na mesma função da representante.

A Portaria 060/2019 – PmJT foi assinada pelo promotor de Justiça Baltazar Patricio Marinho de Figueiredo.

Novo Notícias

Qual sua opinião?