Médico potiguar ganha prêmio mundial de Endoscopia

O médico cirurgião Flaubert Sena, nascido em Parelhas, residente em Currais Novos, anunciou, nas suas redes sociais, que recebeu  a Medalha de Ouro na Copa Mundial de Endoscopia, motivo de orgulho para todos os norte-rio-grandenses. A terapia de endoscópica a vácuo modificada, desenvolvida pelo médico potiguar, e abraçada pela equipe médica da USP, ganhou o primeiro lugar na Copa do Mundo do DDW, o maior congresso da especialidade do mundo.

O médico cirurgião Flaubert Sena foi um dos responsáveis pelo processo de recuperação do presidente Jair Bolsonaro, em virtude de ter sido, à época, convocado pelo Hospital Albert Einstein para corrigir uma fístula, pequeno orifício em uma das três perfurações no intestino delgado, consequência de uma facada sofrida pelo paciente famoso, em 06 de setembro 2018, durante a sua campanha para presidente da República.

A técnica da terapia endoscópica a vácuo modificada tem a finalidade de minimizar os danos aos pacientes em complicações pós-operatórias por apresentarem fístulas, quadro que antes era tido como grave, e com alto índice de mortalidade.