Lançamento do Programa Nacional da Prevenção da Corrupção no Âmbito Estadual fortalece transparência no RN

O Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), iniciativa da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), executada pelas Redes de Controle da Gestão Pública de todo o país, foi lançado nesta quarta-feira (2) no âmbito do Rio Grande do Norte.

Representou o Tribunal de Contas da União (TCU), o secretário José Arimatheia Valente Neto, explicando como funciona o Programa e a plataforma e-Prevenção. “É possível designar um servidor para responder ao questionário, que é focado na prevenção. A intenção é fazer um diagnóstico para um plano de ação. Temos certeza que vamos colher muitos bons frutos com a execução desse programa”, declarou.

Segundo o secretário, foram enviados e-mails com link de acesso ao sistema, que oferece às organizações públicas a oportunidade de se auto avaliarem e verificarem o quanto estão suscetíveis à ocorrência de fraude e corrupção.

O vice-governador, Antenor Roberto, destacou que o Governo do RN trabalha com articulação entre os setores e que o Plano será importante para criar cada vez mais sistemas de segurança.   “Trabalhamos com sistemas de controle sem o olhar de que existe dolo entre as práticas de nossos servidores, mas para trazer segurança ao exercício de suas funções”, disse.

O controlador geral do Estado, Pedro Lopes, destacou a transparência como instrumento de prevenção à corrupção e fortalecimento da cidadania. Ele também lembrou ações da gestão implementadas para evitar desperdícios e perda de eficiência.