Governo do RN apresenta cenário da saúde pública aos prefeitos e Femurn

Governo se reuniu com prefeitos para apresentar os dados epidemiológicos no RN

O Governo do Estado se reuniu nesta segunda-feira (15) com a Federação dos Municípios do RN (Femurn) e prefeitos de várias regiões para apresentar os dados epidemiológicos dos últimos dias e debater a continuidade das medidas restritivas à circulação de pessoas em todo o território potiguar. Tanto o Brasil quanto o Rio Grande do Norte vivem o pior momento da pandemia de Covid-19 e, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), o estado está muito próximo de completar quatro mil óbitos pela doença. 

A governadora Fátima Bezerra destacou que a reunião de hoje foi mais uma entre tantas que estão sendo realizadas cotidianamente ao longo da pandemia, sempre em busca do diálogo e de ouvir as demandas e sugestões dos municípios. A chefe do Executivo reforçou que o país vive um momento em que se recomenda medidas mais restritivas nos próximos dias em todo o território nacional e também deu uma boa notícia: as negociações para aquisição de 37 milhões de doses da vacina Sputnik para os estados do Nordeste estão aceleradas. 

“Considerando o quadro de emergência nacional que vivemos, moverei montanhas para trazer vacina aos 167 municípios do RN. A previsão é de que essas doses cheguem em abril. Não vamos perder essa oportunidade”, disse a governadora, emendando que mais duas entregas de vacinas pelo Ministério da Saúde estão previstas para chegar ainda esta semana ao RN. 

A reunião teve início com uma apresentação dos dados epidemiológicos, feita pela subsecretária de Planejamento e Gestão da Sesap, Lyane Ramalho. “Estamos com uma média móvel de 100 solicitações de leitos Covid por dia e na última semana atingimos o recorde de 148 solicitações diárias. Observamos também um aumento diário no número de óbitos nos últimos dias. Quanto menos medidas restritivas adotamos, mais esses indicadores pioram”, anunciou a subsecretária.