Governadora Fátima avalia andamento de obras e projetos que totalizam R$ 1 bilhão

A governadora Fátima Bezerra se reuniu hoje (07) com a Superintendência da Caixa Econômica Federal para tratar do andamento de obras em execução e de novos projetos do Governo do Rio Grande do Norte que totalizam cerca de R$ 1 bilhão.

São obras nas áreas de saneamento básico, turismo, saúde, infraestrutura viária, agricultura e habitação popular com recursos oriundos do Orçamento Geral da União, financiamentos e parcerias federais. Uma delas é a construção de 780 residências para pessoas de baixa renda em 43 municípios do Rio Grande do Norte.

Outra é o complexo viário da zona norte de Natal. Além de melhorar as condições de mobilidade dos mais de 300 mil habitantes, o conjunto de obras vai potencializar o desenvolvimento econômico da região, a exemplo do que aconteceu na zona sul, com a construção da Avenida Roberto Freire, onde funcionam hoje centenas de empreendimentos de todos os portes.

“Essas ações são fundamentais para melhorar a qualidade de vida da população e, ao mesmo tempo, fomentar a economia do nosso Estado com a geração de emprego e renda para a população”, disse a professora Fátima Bezerra, lembrando que o governo trabalha, em outra frente, com projetos financiados pelo Banco Mundial, através do Governo Cidadão.

Outra obra viária importante para o trânsito da zona sul de Natal é o entroncamento das avenidas Prudente de Morais, Omar O’Grady e Tarcísio Maia (Av. da Integração), uma alternativa para desafogar o trânsito na BR-101, entre a capital e Parnamirim, e melhorar o acesso rodoviário aos aeroportos Augusto Severo e Aluízio Alves.

O pacote de obras também inclui a contratação de empresa para elaboração de projetos de arquitetura e de engenharia para diversas unidades de saúde do Rio Grande do Norte. Na reunião, a governadora pediu empenho das secretarias para destravar gargalos burocráticos de projetos, cujo andamento foi afetado pela pandemia.

Os projetos contemplam também melhoria das instalações e ampliação do Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim; reforma de vários setores da emergência do Hospital Clóvis Sarinho, em Natal; das instalações do Hospital Santa Catarina (em fase de conclusão), requalificação de 14 praças do Centro Histórico de Natal, e o complexo da Rampa (97% já concluído).

Fátima lembrou outra obra importante de seu governo: o hospital da Mulher, em Mossoró, financiada com recursos do Banco Mundial e que será de fundamental importância para o programa de redução da mortalidade materna e na infância, lançado recentemente. O Hospital da Mulher terá 165 leitos, assistência ambulatorial, pronto-socorro, UTI, centro obstétrico com salas de parto humanizado e banco de leite humano. O local ainda funcionará como hospital de estágio, em parceria com universidades.

Os projetos vinculados à Companhia de Águas e Esgotos (Caern) totalizam mais de 750 milhões, segundo informou o diretor-presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares. São obras de esgotamento sanitário e abastecimento de água em Natal, Parnamirim, Macaíba, Macau, Guamaré e em outras cidades.

Participaram da reunião o superintendente substituto Geraldo Alves e o gerente executivo da Caixa Econômica Federal, Sílvio José; o secretário estadual de Infraestrutura, Gustavo Coelho, o diretor-presidente da Caern, Roberto Linhares e equipes do corpo técnico das secretarias de Saúde e Agricultura.