Gerente paulista e psicóloga potiguar vítimas de desabamento de parte de falésia moravam em Pipa com filho

O casal morto junto com uma criança no fim da manhã desta terça-feira(17), após um desabamento de parte de uma falésia na praia de Pipa, no litoral sul, morava na localidade.

O jovem, natural de São Paulo, identificado como Hugo, de 32 anos, trabalhava de gerente em um hotel na praia e era muito querido pela comunidade. Stela, de Natal, era psicóloga e vivia um relacionamento estável com seu companheiro. Eles tinham um filho Sol, de 1 ano, também soterrado.

O paulista, natural de Jundiaí, também ficou conhecido nacionalmente por uma reportagem de 2017, no Domingo Espetacular, da Record. Naquele período, morava em Búzios, no Rio de Janeiro.

Blog do BG