Francisco do PT alerta para violência nas eleições pelo interior do Estado

O clima de violência em algumas cidades do interior do Rio Grande do Norte durante o atual processo eleitoral voltou a ser pauta da sessão da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (11). Durante o horário de lideranças, o deputado estadual Francisco do PT fez um alerta para os casos de ameaças a lideranças políticas ou até mesmo entre militantes que estão sendo registrados em várias cidades potiguares. “Preocupa-me o ambiente de violência e intimidação que está sendo relatado em alguns municípios do Estado, inclusive em alguns onde já estive.

Concordando com as palavras de alguns colegas, quero dizer que este é um momento de fazermos nossas escolhas a partir do comparativo de ideias, projetos e histórias de vida de cada candidato. Tem uma frase que circula no ambiente político que diz que ‘na política quem tem que brigar são as ideias, nunca as pessoas’”, disse Francisco do PT. 

Segundo o petista, é importante que os eleitores possam escolher seus representantes com quem mais se identificam. “Que os vencedores tenham discernimento necessário para conduzir com dignidade os destinos do nosso povo. Aos perdedores que tenham responsabilidade e entendam que contribuíram para a democracia em cada município”, disse. 

Ainda em seu discurso, Francisco do PT ressaltou o esforço que tem sido feito pela governadora Fátima Bezerra (PT) para equilibrar o Estado financeiramente. “Basta lembrar como o RN foi governado até o fim de 2018, como o Estado foi entregue à governadora e sua equipe, que vem fazendo um grande esforço para tirar o RN do caos fiscal e financeiro em que se encontrava.

O Governo do Estado tem de forma honesta e competente feito todos os esforços para tirar o Rio Grande do Norte da incompetência pretérita, fruto de governos que deixaram como legado, para o povo, estradas destruídas, saúde com filas em exames, folhas de salários atrasadas”, finalizou. Já o deputado Sandro Pimentel (Psol) aproveitou o horário para defender projeto de lei de sua autoria que proíbe a comercialização de fogos de artifício com estampidos. O objetivo do parlamentar é proteger os animais, os recém-nascidos e até mesmo idosos que se assustam com o barulho.