Fátima critica distribuição de vacinas do Ministério da Saúde: “Conta-gotas”

A governadora Fátima Bezerra (PT) abriu nesta terça-feira 2 os trabalhos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN). Na ocasião, a chefe do Executivo prestou contas sobre as principais ações tomadas ao longo de 2020. Durante a leitura da mensagem, que durou duas horas, a governadora focou o discurso nas áreas de segurança, saúde e economia.

A governadora também abordou, em diversos trechos, o bom relacionamento com os representantes da Casa, citando as aprovações da reforma da previdência e da Lei das Micro e Pequenas Empresas. Com enfâse na saúde, a governadora deu destaque para o tema da vacina contra a Covid-19. Ele criticou o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

A distribuição dos imunizantes, na visão da gestora estadual, é “feita a conta-gotas”. Até esta semana, o Rio Grande do Norte recebeu pouco mais de 130 mil doses de vacinas — 95 mil das Coronavac (Instituto Butantan/Sinovac) e 35 mil da Covishield (Universidade de Oxford/Astrazeneca/Fundação Oswaldo Cruz).

 Fátima Bezerra disse que cobrou uma audiência com o Ministério da Sáude para cobrar o cronograma de entrega das imunizações. O pedido foi protocolado pelo Fórum dos Governadores do Nordeste na última segunda- -feira 1º. Somente nesta quarta-feira 3, o Instituto Butantan deve receber insumos para produzir mais 8,6 milhões de doses da CoronaVac.

A produção será feita a partir de 5,4 mil litros do insumo farmacêutico ativo enviados pela China. “A vacinação do nosso povo potiguar se deve à vitória de uma frente que une cientistas, jornalistas, parlamentares, sindicatos de trabalhadores, entidades empresariais, religiosas e da sociedade civil. Uma frente contra o negacionismo, o obscurantismo e o anticientificismo que ameaçavam dominar a nação, os estados, as capitais e os rincões.

Ao final, a luz da ciência e da luta política nos vacinam contra sombrias políticas de extermínio”, declarou. Em formato híbrido – com a possibilidade de os parlamentares podendo participar da atividade de forma presencial quanto remota –, um total de 21 de 24 deputados estaduais confirmaram presença na leitura da mensagem. As ausências da sessão foram dos deputados Albert Dickson (PROS), Kelps Lima (Solidariedade) e José Dias (PSDB) .

Fonte: Agora RN