ERRO: profissional de saúde descobre que recebeu doses de vacinas diferentes contra Covid-19 em Natal

Uma profissional de saúde descobriu que as duas doses de vacina contra Covid-19 que tomou em Natal eram de imunizantes diferentes: ela tomou uma dose da vacina de Oxford em janeiro e uma da CoronaVac nesta terça-feira (16). O erro foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde.

As duas vacinas tiveram uso aprovado pela Anvisa no Brasil e são usadas no programa de imunização. Porém, quem toma a primeira dose de uma deve tomar a segunda dose do mesmo imunizante. Não há comprovação de eficácia da imunização quando o paciente recebe doses da vacina de diferentes fabricantes.

A fisioterapeuta Solimar Palagar, de 47 anos, trabalha em uma maternidade pública e também é professora universitária. Ela contou ao G1 que, como profissional de saúde, foi ao Palácio dos Esportes – um dos pontos de vacinação contra Covid-19 montados pela prefeitura – para tomar a primeira dose no dia 27 de janeiro.

De acordo com ela, dois profissionais informaram que ela estava tomando a primeira dose da CoronaVac, no entanto, o nome da vacina não foi registrado no cartão de vacinação, onde apenas consta o lote da dose. Nesta terça-feira (16), ela foi a outro local de vacinação contra Covid-19, no shopping Via Direta, para tomar a segunda dose da CoronaVac, conforme calendário divulgado pelo município.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que a a profissional está em monitoramento remoto, para acompanhamento de possível evento adverso. “De acordo com esse processo de observação será definido se ela vai tomar a segunda dose da vacina de Oxford no tempo certo conforme bula do medicamento”.

Glaucia Lima

Qual sua opinião?