Delegados da PF prestaram depoimento na CPI dos crimes cibernéticos em Natal

Deputado federal Rafael Motta

Deputado federal Rafael Motta

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Crimes Cibernéticos, instaurada pela Câmara dos Deputados, vai ouvir delegados da Polícia Federal do Rio Grande do Norte. Os depoimentos serão prestados na reunião da CPI realizada na próxima segunda-feira (5), na Assembleia Legislativa do RN, em Natal, por solicitação do deputado federal Rafael Motta.

Os depoimentos serão prestados com o objetivo de aprimorar a investigação e o combate aos crimes cibernéticos e, em especial, aos casos de contra crianças e adolescentes. No último ano, a Polícia Federal do RN deflagrou ou participou de, pelo menos, quatro operações para combater a pedofilia no Estado.

Os delegados convocados para depor na CPI dos Crimes Cibernéticos são Rubens Alexandre de França, chefe da Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado (DRCOR); Márcio Tenório Wanderley, chefe do Núcleo de Inteligência da Superintendência Regional; e Simone Lima Batista, chefe da Delegacia Regional de Combate aos Crimes Institucionais.

Além dos delegados, a reunião da CPI dos Crimes Cibernéticos convocou para prestar depoimento em Natal a secretária estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Kalina Leite; a presidente do Instituto Brasileiro de Estudos, Pesquisas e Formação para a Inovação Social (IBEPIS), Dilma Felizardo, e Ricardo Kleber, professor em segurança de rede e perícia forense computacional do IFRN, além de um representante do Poder Judiciário Federal no Rio Grande do Norte.