Comitê Científico sugere liberação de vaquejadas no RN

As vaquejadas do Rio Grande do Norte estão suspensas, mas poderão ser retomadas nos próximos dias. Os amantes do esporte aguardam a decisão do Governo do Estado sobre a liberação e têm ao seu lado o parecer do Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19 no Rio Grande do Norte. No mais recente relatório, assinado no domingo (26), os especialistas afirmaram que é possível o retorno das atividades dentro do protocolo sugerido pela Associação dos Vaqueiros Amadores do Rio Grande do Norte.

Pelo protocolo, fica restrito o acesso às áreas de competição, distanciamento mínimo entre os veículos que transportam os animais, limite no número de pessoas nos caminhões que transportam os animais, higienização constante, proibição de aglomerações nos arredores dos parques, assim como a proibição de acesso de público.

Na sugestão oferecida pela Assovarn, os próprios competidores não poderão ficar nos parques após suas participações, podendo acompanhar as disputas através da Internet, em transmissão realizada pelos organizadores das competições.

Pelo parecer do comitê, é possível a retomada das competições dentro das normas sugeridas. “As competições de vaquejada, sem público, podem iniciar as atividades nos moldes do plano da Assovarn, apresentado e avaliado por este comitê, mantendo-se as medidas de distanciamento social na competição e na cidade sede do evento. Ressalte-se que é responsabilidade dos organizadores garantirem a não aglomeração no entorno dos parques”, disse o relatório com as recomendações do comitê.

A liberação das competições, no entanto, ainda depende da anuência do Governo do Estado.

Tribuna do Norte