Com alta na taxa de ocupação de leitos, prefeito diz que Natal não pode mais receber pacientes de Natal

Em entrevista ao RN no Ar, da TV Tropical, na manhã desta sexta-feira (12), o prefeito de Natal, Álvaro Dias, afirmou que o município não tem mais condições de receber novos pacientes oriundos do Amazonas. Segundo ele, a alta taxa de ocupação de leitos é o principal entrave para o acolhimento.

“Não sei nem informar se está sendo solicitado, mas, por enquanto, não podemos mais receber pacientes do Amazonas, porque os casos estão aumentando, o número de pessoas internadas também”, declarou.

Segundo o prefeito, todos os leitos críticos do Hospital de Campanha de Natal estão ocupados. Na plataforma Regula RN, por volta das 10 horas da manhã desta sexta-feira, a ocupação era de 95%, com apenas um leito vazio. A plataforma atualiza as informações a cada cinco minutos, o que justifica a diferença entre as informações.

“Acredito que a situação está se agravando, mas por causa de pacientes que estão vindo de outras cidades, que fecharam seus leitos. O Hospital de Campanha vai ficar aberto enquanto tiver pandemia”, acrescentou.