CASO IFRN: Corregedor não vê motivos para punir PM que usou spray de pimenta é exonerado a pedido por Fátima Bezerra

Foto postado no blog www.canindesoares.com

Após lamentar a determinação da governadora Fátima Bezerra em afastar um policial militar, que usou spray de pimenta para dispersar um grupo de estudantes que protestavam nessa terça-feira, no IFRN, e declarar que o militar não cometeu excesso, o Corregedor Auxiliar de Disciplina da PM Cel Silva Júnior foi exonerado do cargo. Contudo, ele pediu para sair, pois vai ser candidato nas eleições deste ano.

A exoneração do militar-candidato,  que não observou motivos suficientes para punir o PM que comandou a ação no IFRN, como determinou a  governadora, já foi  publicada no Diário Oficial do Estado.

FOTO: REPRODUÇÃO

Os estudantes protestavam na reitoria do IFRN, em Natal, contra a intervenção na instituição – que dura mais de 100 dias – quando policiais militares chegaram ao local e usaram spray de pimenta para dispersar o grupo.

Nas redes sociais, a governadora Fátima Bezerra disse que determinou ao secretário de Segurança Pública, coronel Francisco Araújo, e ao comandante da Polícia Militar, coronel Alarico Azevedo, “prioridade na apuração do episódio” e disse ainda que o comandante da operação foi afastado.

Blog do FM