Armando Ribeiro Gonçalves recebe aporte hídrico e chega a 53% da sua capacidade

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O

Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (19), indica que as chuvas pelo interior do estado aumentaram as reservas hídricas superficiais totais, que acumulam 1.895.370.192 m³, correspondentes a 43,3% da sua capacidade total. Na última quarta-feira (14), as reservas hídricas do RN estavam com 1.866.000.752 m³, equivalentes a 42,63% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. 

A maior barragem do RN, Armando Ribeiro Gonçalves, recebeu bom aporte hídrico e acumula 1.258.136.519 m³, percentualmente, 53,02% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Na última quarta-feira (14) o manancial estava com 1.233.307.878 m³, equivalentes a 51,97% da sua capacidade. 

A Barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do RN, também continua recebendo água e acumula 167.271.860 m³, correspondentes a 27,89% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No dia 14 de abril, o manancial estava com 162.751.240 m³, percentualmente, 27,14% da sua capacidade. 

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 198.840.187 m³, correspondentes a 67,91% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. Na semana passada a barragem estava com 198.628.627 m³, equivalentes a 67,83% do seu volume total. 

O açude Flechas, localizado em José da Penha, novamente foi o manancial que teve maior aumento percentual de volume, acumula 3.552.738 m³, equivalentes a 39,7% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³. Para efeito comparativo, na última quinta-feira o reservatório estava com 2.806.450 m³, correspondentes a 31,36% do seu volume total.