A recuperação de Fátima em Natal é sedimentada em dois pilares

A governadora Fátima Bezerra (PT) reduziu em 17% a desaprovação em Natal em dois meses. Em paralelo a isso a sua aprovação subiu 21%. Os números são do Instituto Seta pesquisados em parceria com o Blog do BG.

Ela ainda saltou de um terceiro lugar com 5% para a liderança com 18% nas intenções de votos para 2022 quando tentará a reeleição.

Dois pilares explicam essa recuperação da governadora:

  • O recuo da pandemia e a queda dos números de mortes que colocou o Rio Grande do Norte entre os estados mais eficientes na melhora dos índices da covid-19;
  • O anúncio do pagamento de 40% do 13º salário de 2020 de forma antecipada e o compromisso firmado de em 2021 apresentar uma proposta de quitação das folhas deixadas pela gestão anterior.

A governadora ainda precisa recuperar os espaços perdidos na mídia potiguar num período em que ficou sem divulgação por problemas com a licitação para contratar uma agência de publicidade.

Sanado esses problemas ela terá mais condições de fazer um contraponto às críticas duríssimas que sofre na mídia natalense.

Blog do Barreto