UFRN abre novo curso de graduação com 50 vagas oferecidas pelo Sisu

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovou, nesta semana, a criação de um novo curso superior na instituição: o bacharelado interdisciplinar em Humanidades. Pelo menos 50 vagas já deverão ser oferecidas no próximo Sisu, previsto para ser aberto em abril.

De acordo com a instituição, o curso de graduação aprovado na terça-feira (2) terá duração de três anos e ficará vinculado ao Instituto Humanitas de Estudos Integrados (IH) do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA).

O curso será o primeiro bacharelado interdisciplinar (BI) na área de humanas da UFRN, sendo criado com o objetivo de formar um profissional “apto a atuar em equipes interdisciplinares nas áreas de pesquisa, assessorias, planejamento, projetos de intervenção”, segundo a UFRN.

Na área de tecnologia, por exemplo, a universidade conta com o bacharelado interdisciplinar de Ciência e Tecnologia, cujos alunos aproveitam o conteúdo em várias engenharias, entre outras áreas tecnológicas.

“O perfil previsto para o Bacharel em Humanidades comporta uma formação interdisciplinar, uma visão atualizada do mundo globalizado, capacitação em análise prospectiva (pesquisas longitudinais para antecipação de cenários sociais), habilitação para análise e respostas aos problemas sociais contemporâneos, formação teórica e prática, treino em criação de projetos e atuações sociais comunitárias”, informou a direção do Instituto Humanitas.

Ainda de acordo com a instituição, os campos de atuação e emprego do Bacharel em Humanidades estão em universidades (como professores ou técnicos administrativos), empresas, órgãos públicos, movimentos sociais, consultorias, assessorias, entre outros.

A diretora do CCHLA, Maria das Graças Soares Rodrigues, considera que há um caráter inovador do curso, que viabilizará a oportunidade de formação em nível superior, bem como a continuidade de qualificação na pós-graduação.

Com oferta inicial de 50 vagas, o curso terá atividades no Campus Central, em Natal, e contará com a estrutura do IH e do CCHLA, como biblioteca, laboratório de informática, salas de aula, entre outras instalações. O bacharelado terá oito professores efetivos do Instituto Humanitas, além da colaboração de docentes de outras unidades acadêmicas.

G1RN