TSE troca chefe da área de informática, um dos implementadores da urna eletrônica

Fachada do TSE

Em meio ao debate sobre o “voto auditável” encapado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mudou nesta terça o comando da área responsável pela tecnologia da informação – que lida, entre outras coisas, com a urna eletrônica.

Após 15 anos à frente da Secretaria de Tecnologia da Informação, Giuseppe Janino, um dos implementadores do sistema da urna eletrônica, colocada o cargo à disposição e será substituído por Julio Valente, que já atua a como coordenador da área.

Fontes do TSE ouvidas pelo GLOBO apontam que a permanência de Janino como secretário de Tecnologia da Informação tornada-se delicada após os sucessivos problemas registrados nas alterações municipais de 2020 – e que sua saída da função vinha sendo costurada desde então.

Valente, que passará a tocar uma área, era responsável pelos aplicativos do TSE, como o “E-título”, e tem forte apoio dentro do tribunal, segundo os mesmos interlocutores consultados pelo GLOBO.