Próximo trimestre de 2021 deve ter chuvas dentro da normalidade no RN

O mês de maio começou com chuvas em todas as regiões do Rio Grande do Norte, com maior concentração na região de Mossoró, Vale do Assú e Médio Oeste, devido à atuação combinada entre a Zona de Convergência Intertropical (ZCTI) e o Sistema Frontal (FF), segundo análises dos especialistas da Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN).

De acordo com recente reunião com representantes de diversos órgãos do setor de meteorologia de estados como Paraíba, Bahia, Alagoas, Pernambuco e do Distrito Federal, os especialistas concluíram que a previsão para o próximo trimestre – maio, junho e julho de 2021- é de chuvas dentro da normalidade no Rio Grande do Norte.

“O acumulado previsto para próximo trimestre é de: 550 mm no Leste, 270 mm no Agreste, 140 mm na região Central e 180 mm no Oeste. Durante esses meses, poderão ocorrer eventos de chuvas intensas ao longo da faixa litorânea Leste devido à influência da região oceânica que está com as águas mais aquecidas do que o normal”, explicou o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot.

Para esta semana, Gilmar analisa que a tendência é de ocorrência de chuvas em todas as regiões potiguares. “As chuvas deverão aumentar a partir desta terça-feira (04) com maior intensidade nas Regiões Oeste e Central e se estenderem por toda a semana com a continuidade da atuação da ZCTI e FF sobre o estado”, comentou.

A temperatura deverá variar entre 24º C durante as madrugadas e as máximas em torno dos 30ºC durante as tardes, em Natal e para o interior do estado, no Seridó, mínimas deverão variar entre 20º C a 25º C e as máximas em torno dos 34º C. Nas regiões Serranas, as temperaturas oscilarão entre 20º C e 31º C.

BALANÇO DO FINAL DE SEMANA

O boletim pluviométrico, das 7h da sexta-feira (30/04) até a manhã de hoje (03/05), registrou no mesmo horário ocorrência de chuvas em 40 postos de monitoramento instalados nas quatro regiões do Rio Grande do Norte. O município de Mossoró teve o maior volume acumulado no período, com 88,7 mm.

O boletim completo pode ser acessado no site www.emparn.rn.gov.br, “Chuvas Diárias” ou na aba “Meteorologia”.