Número de mortes em rodovias federais no RN cresceu 10% em 2020

A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta segunda-feira (22) o resultado das operações realizadas ao longo de 2020 no Rio Grande do Norte. O dado que chama da atenção é o crescimento de 10% nos óbitos registrados em acidentes nas rodovias federais que cortam o RN no ano passado em relação a 2019. Ao todo, foram 99 mortes no estado.

O balanço indica que foram contabilizados 1.304 acidentes, sendo 389 de natureza grave. Além das mortes, os sinistros deixaram 1.398 pessoas feridas. Se comparado ao ano de 2019, a quantidade de acidente reduziu em 9%. Já os acidentes graves diminuíram em 6%. O índice com maior taxa de redução foi o de ferido, com queda de 19%.

De acordo com a PRF, a quantidade de veículos e pessoas fiscalizados sofreu uma queda em 2020. A redução foi justificada pelo protocolos de segurança adotados devido a pandemia do coronavírus. Ao todo, foram 242.464 veículos fiscalizados, 235.371 pessoas fiscalizadas e foram lavrados 73.330 autos de infrações. “Mesmo assim a PRF foi efetiva nos resultados apresentados”, avaliou o órgão.

Somente em 2020, a PRF registrou 27 mortes em acidentes de trânsito nas rodovias federais no estado do Rio Grande do Norte, onde o condutor realizou ultrapassagem indevida vindo a causar uma colisão frontal. Outros tipos de acidentes, como atropelamento de pessoas, ocasionaram 16 mortes e a colisão com objeto fixo causou a morte de 13 pessoas.

Também é importante destacar, que das 99 mortes registradas, 9 dessas vítimas haviam ingerido bebida alcoólica, 31 faltava com atenção no momento do acidente e outras 19 desobedecerem às normas de trânsito, juntas essas vítimas somam 58% de todos os registros.

Ao considerarmos o tipo de veículo em que se encontravam essas vítimas mortas, 48 delas estavam em motocicletas e 9 mortos eram ciclistas, portanto, 57% das vítimas mortas se deslocavam em veículos de duas rodas.

Qual sua opinião?