João Câmara: Governo do Estado publica Nota esclarecedora sobre atendimento no Hospital Regional

O Hospital Regional Josefa Alves Godeiro tem sido alvo de críticas nas redes sociais com relação ao atendimento a pacientes que precisam serem entubados e sobre óbitos.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTESECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICAASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

NOTA

Natal (RN), 20 de fevereiro de 2021.A Secretaria de Estado de Saúde Pública e o Hospital Regional Josefa Alves Godeiro de João Câmara esclarecem que todos os atendimentos seguem os protocolos Covid e não houve negligência nos atendimentos aos pacientes.

A direção do Hospital destaca o avanço da unidade que dispõe de leitos críticos de UTI Covid, além de leitos clínicos e foi contemplada com a chegada de profissionais de saúde que atuam na linha de frente Covid, dando assistência aos pacientes com todos os cuidados e proteção necessárias.

É importante ressaltar que todos os pacientes graves fazem uso de Oxigênio e que, diante do cenário vivido com a maior crise sanitária do Estado, existem vários protocolos que devem e estão sendo seguidos.

Todos os casos graves que exigem intubação apresentam seus riscos, para tanto, destacamos que os pacientes acometidos com a Covid -19 apresentam maior dificuldades para receber a entubação, face a diversos fatores e sobretudo porque esses pacientes são resistentes à sedação, cuja alta dosagem, se utilizada, pode ocasionar hipotensão, prejudicando ainda mais o quadro clínico atual. Além disso, as vias aéreas dos pacientes Covid são de difícil acesso, o que dificulta o trabalho médico, existindo vários outros problemas que podem ocorrer a depender do quadro do paciente.

Destacamos também que a empresa contratada pelo Município de João Câmara que presta serviço médico no hospital regional de João Câmara tem compromisso, responsabilidade e capacidade técnica para atuação.

O Hospital disponibiliza de leitos críticos Covid e encontram-se com lotação completa, com quatro pacientes em Leitos críticos na ala Covid, 3 pacientes intubados com Covid, 13 pacientes no anexo, mais 10 em leitos clínicos na enfermaria. Além disso, nos solidarizamos a todos os familiares e amigos que tiveram uma vida ceifada por esse vírus.

Qual sua opinião?