Grupos fazem manifestações no Dia do Trabalhador em Natal

Natal registrou pelo menos três protestos na manhã deste sábado (1º), feriado do Dia do Trabalhador. Entre os atos, houve mensagens a favor e contra os governos federal e estadual. Segundo a Polícia Militar, as manifestações ocorreram de forma pacífica e nenhuma ocorrência foi registrada.

Centrais sindicais e movimentos sociais fizeram um protesto na manhã deste sábado pelas ruas de Natal, em um carreata com críticas ao governo federal.

Segundo a Central Única dos Trabalhadores, neste ano, o tema o 1º de maio escolhido pelas entidades foi “Pela Vida – Democracia, emprego, vacina para todos e auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia”.

Grupos de direita fizeram uma passeata pelas ruas do centro da cidade até a Praça 7 de Setembro, na frente da Assembleia Legislativa. O grupo criticou restrições impostas pelos decretos estaduais de prevenção à Covid-19 e se disse a favor do trabalho.

Os manifestantes usavam principalmente roupas verdes e amarelas, a bandeira nacional e também cartazes de apoio ao governo federal.

Já os garis de Natal fizeram um protesto em frente à Urbana. Eles se reuniram na frente da companhia de limpeza da capital, na avenida Mário Negócio, por volta das 8h. A manifestação era contra demissão de garis e outros servidores da Urbana, além da cobrança por equipamentos de proteção individual e realização de concurso público.

A Urbana afirmou que tem feito tomada de preço para compra de equipamentos, mas disse que esse é um processo que requer tempo. A companhia não deu prazo para conclusão da compra. Sobre a demissão de funcionários, a empresa disse que mantém diálogo constante com a Justiça Federal para que haja melhor solução sobre o assunto.

G1 RN