Governo volta a cobrar PIS/Cofins do diesel; imposto sobe R$ 0,31

O imposto do diesel nas refinarias deve subir R$ 0,31 por litro com o fim da isenção de PIS/Cofins, neste sábado (1º). Os donos de postos devem repassar a alta para o preço do combustível na bomba, segundo o presidente da Fecombustíveis (Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes), Paulo Miranda Soares.

A isenção do PIS/Cofins para o diesel por dois meses começou em 1º de março. Foi anunciada pelo governo como medida para tentar segurar o avanço no preço do combustível e para acalmar as pressões de caminhoneiros, que são base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Desde o início do ano, a Petrobras já aumentou o preço do diesel em cerca de 36%. A política de preços da companhia segue os valores internacionais do petróleo, cobrados em dólar.

“Nós [postos] não temos como absorver nenhum tipo de aumento, porque já trabalhamos com margens muito pequenas. Nos últimos dez anos, nossa margem caiu 40%. Já estamos no osso, no limite. Os postos não vão conseguir absorver parte desse aumento. Geralmente, repassamos imediatamente para o consumidor o preço que vem da distribuidora,” afirmou Miranda.

Qual sua opinião?