Empresas reforçam número de ônibus intermunicipais para atender demanda das eleições

Empresas reforçam número de ônibus intermunicipal para atender demanda das eleições — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

As empresas de ônibus do Terminal Rodoviário de Natal colocaram 20 veículos extras para atender a demanda desse fim de semana de eleições. A expectativa é que desembarquem 9.200 passageiros e embarquem 11 mil, um aumento de 50% em relação a um fim de semana normal.

Joelma de Sousa trabalha na capital durante a semana e no fim de semana viaja pra casa, em João Câmara. Geralmente sai de Natal às 16h da sexta-feira, mas devido ao movimento só conseguiu passagem para 17h30. Ela viajou com a responsabilidade de votar no domingo (15).

“(O voto) É a maneira de a gente ter o direito de cobrar o que eles prometem e não fazem. Aí a gente tem toda a razão de cobrar depois”, disse.

Segundo a administração da Rodoviária, os destinos estaduais mais procurados são Mossoró, Macau, Lajes e Currais Novos. Já para outros estados, a maior parte dos passageiros deve seguir para João Pessoa, Recife e Fortaleza.

Com o aumento do fluxo de veículos, a Polícia Rodoviária Federal vai intensificar as ações de policiamento nas estradas. A operação Eleições 2020 começou desde quinta-feira (12).

“A PRF também estará com as suas ações voltadas para prevenir e coibir crimes eleitorais. Essas ações estarão integradas com os outros órgãos da segurança pública e articuladas pelo Tribunal Regional Eleitoral”, disse o inspetor Galvão.https://fe3eae1b6631c3056e924e9266be2823.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A polícia rodoviária estadual também está com o policiamento reforçado na capital e no interior. Na região metropolitana devem ser instaladas barreiras fixas em algumas rodovias mais movimentadas. Uma delas é a RN-063, a Rota do Sol.

“O que for constatado em relação à desobediência em relação ao decreto, em relação à venda de bebidas alcoólicas, será veementemente combatido por parte dos policiais rodoviários, orientando e, até se for o caso, conduzindo os proprietários à delegacia, uma vez que configura o crime de desobediência. Paralelo também a esse trabalho, nós estaremos com o efetivo reforçado, fiscalizando possível transporte irregular de eleitores posto que nós já temos veículos devidamente cadastrados pela Justiça Eleitoral que supre essa possível perspectiva”, capitão César Fagundes, oficial do CPRE.